Doux Clair Indica

Tipos de alisamento: escolha o seu!

18 de fevereiro de 2019

Você já deve ter notado a quantidade de tipos de alisamento disponíveis no mercado. É até normal que surjam dúvidas na hora de escolher o melhor para você.

Nós selecionamos aqui alguns dos tipos mais famosos e explicamos um pouco mais sobre eles para que você faça a escolha certa, caso esteja pensando em alisar os fios.

Acompanhe!

1.Escova definitiva

Como o próprio nome diz, é aquela escova que altera em definitivo a estrutura dos seus cabelos. Ou seja, ela alisa e, caso você queira voltar a ter cabelos naturais, terá de deixar os fios crescerem e cortar a parte que foi alisada.

Em geral, a base dos produtos é hidróxido de amônia ou tioglicolato e é muito indicado para quem quer cabelos bem lisos e “pesados”, sem movimento natural.

O ideal é fazer a cada três meses e sempre caprichar nos tratamentos de hidratação, nutrição e reconstrução para recuperar os fios.

2.Relaxamento

Esse é para quem quer alisar, mas nem tanto!

O relaxamento é muito indicado para quem adora cachos, mas quer que eles fiquem soltos e definidos, além de ter menos volume nos cabelos.

No caso, a base para esse procedimento também costuma ser o hidróxido de guanidina, o tioglicolato de amônia ou de sódio.

Se optar por esse tipo de alisamento, pode retocar a raiz sempre que achar necessário. O efeito, porém, dura de 6 a 8 meses.

3.Escovas Progressivas

Trata-se de uma tecnologia baseada na sinergia de oxoacetamidas ácidas. Como funciona?

Bem, a associação das oxoacetamidas, carbocisteína e das oxoacetamidas aminoácidos, permite a mudança temporária da estrutura dos cabelos, conferindo os seguintes benefícios:

  • Cabelos macios e fáceis de modelar;
  • Redução do volume e redução do frizz;
  • Brilho e movimento natural dos fios.

Como essas escovas agem nos seus cabelos? Veja:

  1. Elas enfraquecem as ligações hidrogeniônicas e salinas do cabelo, assim como permitem a interconvenção das ligações cisteínicas da superfície da fibra capilar.
  1. Depois da aplicação do produto e a partir da associação com o uso da prancha térmica (chapinha) com temperatura de no mínimo 200°C e no máximo 230°C, vai ser possível a modelagem do cabelo de forma lisa e homogênea, diminuindo e controlando o frizz para determinar o resultado final do penteado.

A progressiva não é uma escova definitiva, ou seja, os fios voltam ao estado natural, à medida que o tempo passa. A cada aplicação, o efeito liso se intensifica, por isso o nome “progressiva”.

Qual o melhor dentre os tipos de alisamento?

Você deve estar se perguntando: mas qual o melhor alisamento para mim?

Bem, isso depende! 

Primeiro, você tem que pensar em qual resultado gostaria de ter nos fios. Quer que fiquem o mais lisos possível? Quer apenas dar um formato para os cachos e não, necessariamente, modificar a estrutura deles?

Em segundo lugar, você deve escolher produtos que mais do que alisar, ajudem a manter seus fios saudáveis. Afinal, de nada adianta alisar se vai comprometer a beleza dos seus fios, certo?

Por fim, mas não menos importante: escolha um profissional de confiança para fazer o procedimento. Alguém que oriente você sobre os cuidados pré e pós-alisamento. Alguém que não utilize produtos duvidosos em seus fios, ok?

Deu pra perceber que é possível alisar seus fios com segurança e ainda escolher tipos de alisamento que se ajustem à sua necessidade. Fique aqui com a gente, pois logo divulgaremos uma novidade em produtos para alisamento!

Ah, se você já alisou seus fios, mas está em dúvida sobre como cuidar deles, leia nosso post com 4 dicas para quem tem fios alisados!

Sem comentários

    Responder